arte
 

Henrique Medina


1901-1988

biografia

Foi um pintor português e nasceu a 18 de Agosto de 1901, filho de mãe portuguesa e de pai espanhol.Em 1919, interrompeu o curso na Escola Superior de Belas Artes do Porto para prosseguir estudos em Paris, com os Mestres Cormon e Bérard.
Pintor académico na época do Modernismo, a sua carreira de retratista alcançou projecção além fronteiras.
O seu talento foi saudado em Londres onde viveu dez anos de sucesso, até chegar a Roma para pintar o retrato de Mussolini, antes e partir para S. Paulo, Buenos Aires, Madrid, voltar a Paris e viajar até Estocolmo. Daqui muda-se para Nova Iorque, passando por Califórnia onde viveu seis anos, passando para a tela os retratos de dezenas de actrizes.
Desde tenra idade, passava férias em casa de família na freguesia de Marinhas, concelho de Esposende, à qual regressou definitivamente em 1974, onde se dedica aos retratos da vida rural que o acompanhou durante os seus primeiros anos de vida.
Pintor portuense contemporânio, nascido em 1901. discípulo de Marques de Oliveira, Acacio Lino, F. Cormon e E. Bénrar. Artista de extraordinários recursos e de técnicas poderosas, notabilizou-se sobretudo no retrato, adquirindo renome mundial. Desenho seguro e largo, paleta rica e bem orquestada, admirável ciência da composição e sobretudo esse dom raro e penetrante
de caracterizar a figura humana fazem de Medina um retratista completo. Celebrizado em Portugal com alguns retratos admiráveis, como os do prof. D. Tomás de Melo Breyner (Conde de Mafra), do prof. Custodio Cabeça ou do Cardeal-Patriarca D. Manuel Gonçalves Cerejeira, de verdade flagrante e luminosa, ele estendeu a sua fama a Inglaterra, sempre tão fechada e exigente, havendo tido a honra invulgar de, em 1927, expor "on the line" na Real Academia de Londres, depois em Itália, em
1930, retractou Muissolini, ressureição dos velhos Césares. para o Palácio Viminal: por fim no Brasil, prolongamento da nossa terra e da nossa alma, e nos Estados Unidos da América, centro de glavidade do mundo de hoje e, em especial, em Hollywood, a metropole do cinema, deixou, com suas obras. um rastro de sol. Aqui retratou artistas cinematograficos do renome de Charlie Chaplim, Mary Pickford, Lilly Pons, Norma Shearer, Greer Garson ou da cantora Galli Curci. Esta, em face dos aplausos da critica,ofereceu ao Metropolitan Museum de Nova Iorque, o seu retrato pintado por Medina. Alguns quadros seus foram expostos no National Museum, de Washington honra raras vezes concedida a um mestre pintor estrangeiro,faleceu a 30 de Novembro de 1988.
A maior colecção de obras do autor está em Braga no Museu Medina, composta por 50 óleos e ainda diversos desenhos da autoria do pintor.
Instituições e Colecções Portuguesas:
Museu Nacional de Soares dos Reis - Porto - Câmara Municipal do Porto - Fundação António de Almeida - Fundação Cupertino de Miranda - Colecção Gervásio Leite - Colecção Silvério Freitas - Museu Malhoa - Casa Museu Egas Moniz - Museu Grão Vasco - Fundação Medeiros e Almeida - Universidade de Coimbra - Casa Museu Nogueira da Silva - Biblioteca Municipal de Viana do Castelo - Museu de Arte Contemporânea (Lisboa) - Museu do Caramulo - Academia Militar de Lisboa Palácio de São Bento (Lisboa) - Palácio de Belém - Palácio de Vila Viçosa - Escola Médica de Lisboa - Convento de Belém (Ponta Delgada) - Museu Medina - Palácio da Bolsa (Porto)
Colecções Estrangeiras
Museu de Orsay (Paris) - Escola de Guerra "Imperial Staff (Londres) - Skockloster (Suécia) - Hall of Fame (Washington) - Colecção Metro Goldwin Mayer (Califórnia) - Lick Foundation (São Francisco) - Oreby Slott (Dinamarca) - Duke University (Carolina do Norte, EUA) - Virginia University - Metropolitan Opera House (Nova Iorque) - University of California - Clark Library (Los Angeles) - Museu de Cádis (Cádis) - Fairleigh Dickinson University (New Jersey, EUA) - Palácio de Justiça (Oregon, EUA) - Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro - Embaixada de Portugal na Rússia - Embaixada de Portugal em Londres